Antigo blog Anderson Ribeiro

Há quem, com seus superpoderes, domine ler pensamentos. Destes, há quem os ouça, inclusive. Nestes, costumo provocar ilusão de áudica. Anderson Ribeiro
Visite o novo blog em www.andersonribeiro.com.br

julho 13, 2014

Ciclo


Ciclo

Antes de minha morte eu vivi algumas vidas
Antes do outono as tempestades passavam
Quando eu era velho havia cores a criar
E enquanto entardecia elas se ofereciam

Antes da minha vida eu morri algumas vezes
Porque antes das primaveras o sol se calava
Enquanto eu desenhava a minha sombra ele brincava assim
E depois desse esforço eu sussurrei uma nota

Parte do grito é confuso
E metade do resto não conta
Tanto da hora é pecado
Mas a vida que segue termina

Antes de minha morte eu desaprendi a contar
Antes do outono não havia mais
Quando eu for jovem bradarei pinceis
Para quando amanhecer poder sorrir.


Por Anderson Ribeiro

2 comentários:

Marinez disse...

Anderson, caro amigo, adorei seu poema! Nele dá pra sentir as inquietações que a vida planta em nossas perguntas de todo dia. Ah se desse para racionalizar o que fazer na juventude!!! O que mais falta ao ser humano é o "botão" de retornar no tempo. Não se trata de grandes decisões... as pequenas são as que mais nos atormentam: "por que eu não plantei flores em vasos quado morava em apto??? Por que eu não pulei corda quando era criança? Por que eu era tão "fechada" na juventude? Amadureci e descobri o quanto é bom e importante GOSTAR... gostar de graça e sem medida, faz um bem!!!! Beijos fraterno!!!

Marinez disse...

Anderson, caro amigo, adorei seu poema! Nele dá pra sentir as inquietações que a vida planta em nossas perguntas de todo dia. Ah se desse para racionalizar o que fazer na juventude!!! O que mais falta ao ser humano é o "botão" de retornar no tempo. Não se trata de grandes decisões... as pequenas são as que mais nos atormentam: "por que eu não plantei flores em vasos quado morava em apto??? Por que eu não pulei corda quando era criança? Por que eu era tão "fechada" na juventude? Amadureci e descobri o quanto é bom e importante GOSTAR... gostar de graça e sem medida, faz um bem!!!! Beijos fraterno!!!

Related Posts with Thumbnails