Antigo blog Anderson Ribeiro

Há quem, com seus superpoderes, domine ler pensamentos. Destes, há quem os ouça, inclusive. Nestes, costumo provocar ilusão de áudica. Anderson Ribeiro
Visite o novo blog em www.andersonribeiro.com.br

maio 20, 2009

MSCDE

- Carta para você!
Era um envelope branco, 1/2 ofício, escrito "Justiça Eleitoral de Minas Gerais" em negrito.
- Você foi premiado: "Ganhou" o dever de trabalhar pros outros de graça nestas eleições - disse minha irmã com um rizinho debochado de quem já passou várias vezes pela mesma situação. Sem abrir o envelope já previu que o churrasco do meu domingo havia-se transformado em fumaça.
- E quando te chamam uma vez costumam chamar por umas quatro eleições - me animou.
Pronto! Minha casa caiu! Alguém tem que fazer o trabalho sujo e, desta vez, fui pego pra Cristo. Se fosse pra bater uma laje eu me sentiria melhor, mas ser obrigado a empreitadas que não planejei fazer sempre me incomodou muito. Uma coisa é tomar gosto por algo e tocar para frente uma tarefa árdua e desgastante, outra, é alguém, e no meu caso um papel, me dizer onde eu deverei estar naquele domingo. E o meu direito de ir e vir? E não me venham falar em cidadania, trabalho social e/ou comunitário, pois não é o caso. Mil contribuições diretas com objetivos específicos e para as quais eu tenha aptidão a um (ou dois, se houver segundo turno) cargo de ornamento político.
O homem é por natureza um animal político, já nos ensinava Aristóteles, mas do mesmo jeito conheço um monte de motoristas roda-dura. E é duro defender algo no qual não se acredita. Não é da política em si que reclamo o meu churrasco, mas da fase política. Do homem que a pratica mal. Afinal de contas, o esfaqueado não pode nunca culpar a faca, mas alguém tem que tomá-la das mãos inabilitadas: "Isto tem que ser feito por pessoas altamente especializadas", sob o risco de termos que fundar o MSCDE (Movimento dos Sem Churrasco no Domingo de Eleições). Tudo bem, eu vou. Obrigado mas vou. Cumprir a minha parte. Contudo, candidatos eleitos, que meu cunhado não me esnobe contando da gordurinha de dois centímetros da picanha em vão. É domingo, façam-no valer a pena.

De Anderson Ribeiro

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails